Cada vez mais, as tarefas que fazemos estão se tornando digitais. Das coisas mais simples às mais complexas, a era digital chegou e, no mercado, também é assim. Mas e nos restaurantes, como as novas tecnologias estão auxiliando os gerentes, funcionários e clientes?

Se você possui um restaurante, é hora de pensar em como adequar seu negócio à era digital. Uma boa estratégia para começar é analisar o mercado e os concorrentes para descobrir quais serviços e produtos estão disponíveis.

Assim que você entender quais problemas cada um deles resolve, o passo seguinte é fazer a gestão da sua operação.

Analise seu restaurante com um olhar crítico: Veja o que custa mais caro, como andam as vendas, como está o fluxo de caixa. Estude também as tarefas que os funcionários executam, se estão sobrecarregados, quais funções são mais complexas e onde costumam acontecer mais erros.

Assim, você conseguirá aliar as novas soluções da era digital com os maiores problemas que você enfrenta no seu negócio. Abaixo, listamos alguns dos problemas mais comuns nos restaurantes.

Reserva de mesa na era digital

Reservar mesa é um exercício chato, tanto para quem pede como para quem precisa manter esse controle. Por isso, existem alguns aplicativos que assumem essa função. O cliente informa, direto no app, a quantidade de pessoas, e o sistema avisa a gestão sobre o pedido, e ajuda a manter o controle total, evitando erros.

Delivery na era digital

Quantas vezes você quis pedir algo para comer e não encontrava o telefone do restaurante? Ou, quando encontrava, não conseguia ligar. A entrega é, sem dúvidas, uma das áreas mais trabalhosas e propensas a erros. Por isso, ter a tecnologia como aliada aqui é essencial.

As soluções aqui são mais comuns. Aplicativos para pedir comida já são frequentes no dia-a-dia, e devem ser muito considerados pelos gerentes.

Order ahead

order ahead é uma solução muito interessante para agilizar o processo de um restaurante. Como um “delivery local”, o cliente agenda o pedido antes de sair de casa, e o app avisa quando estiver pronto. Ideal para quem está com pressa.

Cashback

O cashback está se popularizando rapidamente, e tem uma premissa muito interessante para o cliente: receber de volta parte do que gastou.

É uma boa forma de promover seu restaurante, sendo um diferencial na hora do cliente escolher onde vai comer. Mas é preciso planejar bem na hora de oferecer descontos, pois podem afetar diretamente no lucro.

Pagamento via aplicativos

Solução boa para os dois lados. O cliente não precisa esperar para pagar, ganhando tempo. O restaurante economiza em trabalho, pois o garçom não precisa levar a comanda, e quem está no caixa tem menos pessoas para atender.

Marketplaces de restaurantes

Os marketplaces são aplicativos que reúnem promoções e informações de diversos restaurantes. É interessante para o cliente, que pode escolher entre as opções sem muito trabalho. Para o negócio, a premissa é simples: se seu restaurante não estiver na lista, ele não será escolhido.

Uma solução para todos os problemas

Alguns aplicativos acumulam soluções, como os de delivery, que permitem o pagamento direto no cartão, por exemplo, e ainda funcionam como marketplace. Entretanto, eles não sem aplicam em todos os casos.

O isyBuy é uma solução que pode te ajudar com quase todos esses problemas. Funciona para bares e restaurantes, onde o cliente pode reservar a mesa, fazer os pedidos e pagar a conta diretamente no aplicativo. E também permite o order ahead.

Também funciona com pubs e baladas, onde o cliente pode pagar sua comanda pelo app e não precisa pegar fila na hora de ir embora. Tudo isso aliado ao marketplace, reunindo diversas opções para o consumidor.

O isyBuy libera os funcionários para fazerem o que realmente importa no restaurante: atender bem, dar sugestões e sem sobrecarregar ninguém.

Clique aqui e veja como o isyBuy pode ajudar seu negócio a entrar de vez na era digital.

Bruno é aficionado por tecnologia e por negócios, adora ver como essas duas coisas podem ser combinadas para melhorar a vida e as experiências das pessoas. Ele é engenheiro, "computeiro" e sócio do isyBuy, onde trabalha para que as pessoas parem de desperdiçar o que elas tem de mais precioso na vida: seu tempo