Uma cafeteria que não aceita dinheiro. É assim que o Starbucks está se adequando ao que está acontecendo com o mercado. Comprar comida pelo celular está cada vez mais comum, e os restaurantes precisam se adequar ao mundo digital.

“30% dos nossos pagamentos nos EUA são feitos pelo celular. Na China, mais de 60%”, afirmou o CEO do Starbucks à CNBC. Por isso, a empresa está se adequando a esse comportamento, que cresce cada vez mais.

Essa unidade do Starbucks, que fica em Seattle, nos EUA, ainda está em teste. A intenção é ver como pagamentos digitais influenciam na experiência do consumidor. Assim, eles poderão avaliar o resultado e traçar novos planos na era digital. Mas não seria estranho ver esse modelo replicado em pouco tempo.

A medida serve, ainda, como exemplo para outros restaurantes, mesmo pequenos. É preciso investir em tecnologia para atrair mais clientes. Mais do que isso, para fidelizá-los também.

Comprar comida pelo celular é a principal tendência dos consumidores

O restaurante que não aceita dinheiro é apenas uma parte da estratégia de inovação do Starbucks. A empresa aumentou a quantidade de usuários em seu programa de fidelidade, o Starbucks Reward.

Mas ela também quer engajar quem não faz parte desse grupo. Para isso, uma das ideias é permitir que todos os consumidores possam fazer pedidos e pagamento pelo celular. Uma tendência que só cresce no mercado.

“Nós vamos atingir não somente os clientes do Starbucks Rewards, mas todos os consumidores. Vamos criar meios para eles interagirem e se engajarem conosco. Isso vai criar um novo perfil de consumidores. E neles podemos usar nosso marketing e potencial para melhorar o negócio”, afirmou outro executivo da empresa na mesma reportagem.

Restaurantes locais podem fazer a mesma coisa

Se engana quem pensa que apenas grandes redes podem tomar iniciativas assim. Restaurantes menores também podem – e devem – investir no meio digital. Afinal de contas, ter a tecnologia como aliada não é mais opcional.

O caso do starbucks, por exemplo, mostra que os benefícios podem ser replicados em qualquer restaurante.

  • As vendas pelo celular ajudam a fidelizar os clientes. Ou seja, a chance daqueles consumidores voltarem a comprar no seu restaurante é maior. E também permite que ele receba promoções para continuar frequentando.
  • Reduz problemas operacionais. Em horários de pico, muitas pessoas desistem de comprar porque o movimento é intenso. Permitir que os clientes paguem o que pediram pelo celular reduz grande parte da operação. Isso libera funcionários do caixa, diminui as filas e, consequentemente, aumenta a eficiência.

Alternativa barata e completa

Existem diversas formas de digitalizar seu restaurante, bar ou balada. Uma delas é o isyBuy, que possui diversas funcionalidades e taxas mais baratas que os principais aplicativos de restaurante do mercado.

Entre as funcionalidades, está a de pedidos e pagamentos direto do aplicativo e o order-ahead, que já é tendência nos EUA e cresce cada vez mais aqui. 

Clique aqui e saiba mais sobre o isyBuy.

*Informações sobre o Starbucks retiradas de reportagens da CNBC e Business Insider.

Gabriel, fundador do isyBuy, apaixonado por boa comida, cerveja e tecnologia. Cansado das filas resolveu criar uma soluçao para trazer agilidade na hora de pedir mais um drink e pagar a “dolorosa"